Ciro Nogueira

Ciro Nogueira nasceu em Teresina, no dia 21 de novembro de 1968. É graduado em Direito pela PUC do Rio de Janeiro, empresário e político brasileiro. Foi deputado federal por quatro mandatos, chegou ao Senado aos 42 anos de idade e é presidente nacional do PP (Partido Progressista).

Fotos

Vídeos

Trabalho Pelo Piauí: Unidade Básica de Saúde de Amarante

O trabalho continua! Desta vez estive em Amarante, celebrando ao lado do prefeito Diego Teixeira as conquistas que ajudei a levar aos moradores dessa querida cidade.

Trajetória

1968

Nasce Ciro Nogueira Filho em Teresina, no Piauí.

1992

Formatura em direito na PUC/RJ.

1993

Casa-se com Iracema Portella.

1994

Nasce a primeira filha, Eliane.

1995

Assume seu primeiro mandato de deputado federal.

1997

Nasce a segunda filha, Maria Eduarda.

1999

Reeleito deputado federal.

Reeleito quarto-secretário da Câmara dos Deputados.

2001

Eleito quarto-secretário da Câmara dos Deputados.

2003

Reeleito deputado federal.

2004

Filia-se ao PP.

2005

Eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Conforme determina o Regimento Interno da Casa, também assume a função de Corregedor.

2007

Reeleito deputado federal.

Eleito segundo-secretário da Câmara dos Deputados.

2011

Empossado senador da Republica.

Assume a presidência da Frente Parlamentar dos Advogados no Senado.

2012

Projeto 93/2011 que cria banco de DNA de criminosos condenados, de sua autoria, é sancionado e a Lei nº 12.654/2012 passa a vigorar em todo o País.

2013

Falece seu pai, Ciro Nogueira Lima.

Assume a presidência do Progressistas.

2014

Considerado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Legislativa (Diap) como um dos “Cabeças do Congresso”.

2015

Novamente considerado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Legislativa (Diap) como um dos “Cabeças do Congresso”.

Reeleito presidente do Progressistas.

2016

Considerado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Legislativa (Diap) como um dos “Cabeças do Congresso”.

2017

Reeleito presidente do Progressistas.

Considerado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Legislativa (Diap) como um dos “Cabeças do Congresso”.

Apresenta balanço parlamentar que indica mais de R$ 364 milhões em recursos destinados ao Piauí contemplando os 224 municípios, 90 projetos e 180 discursos proferidos em plenário.

2018

Assume a liderança do Bloco Parlamentar Democracia Progressista no Senado Federal.