Na esteira dos acontecimentos no Rio de Janeiro, onde um homem sequestrou um ônibus e fez 37 reféns com o uso de uma arma de brinquedo nesta terça-feira (20), o senador Ciro Nogueira (Progressistas) defendeu o fim das réplicas de armas de fogo. O senador é autor de um projeto (PL 3031/2019) que proíbe a comercialização e a posse de réplicas ou simulacros de armas de fogo.

“O caso de hoje só comprova a importância de aprovarmos essa proposta e dar uma resposta aos brasileiros, que precisam de um país mais seguro”, argumentou Ciro.

Ciro explicou que as réplicas são cada vez mais usadas para praticar crimes. No estado de São Paulo, por exemplo, 1 em cada 4 armas apreendidas pela polícia são falsas. De acordo com o senador a proibição das armas de brinquedo é um pedido recorrente em reuniões com policiais e profissionais da área de segurança.

Foto: Moreira Mariz/Agência Senado