O Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira (11) o veto presidencial que impedia o aumento do limite da renda familiar para ter direito a receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Com a decisão, a renda per capita familiar para se ter acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) sobe de um quarto de salário mínimo (R$ 261,25 em valores atuais) para meio salário (R$ 522,50). O senador Ciro Nogueira (Progressistas) participou da sessão e votou favoravelmente ao projeto.

“É uma vitória para para os idosos e pessoas com deficiência que mais precisam do apoio do Estado. A derrubada desse veto não representa um aumento de gastos, e sim um investimento no cuidado com os nossos cidadãos”, comemorou o senador.

O BPC é pago a idosos e pessoas com deficiência que não podem se manter sozinhos nem ter o sustento garantido pela família. Com a elevação desse limite, mais famílias vão poder ter acesso ao benefício.

Foto: Roque de Sá/Agência Senado