O senador Ciro Nogueira (Progressistas) defendeu, junto ao ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a adoção de um programa inédito no País, cujo foco é a regularização de ocupações antigas e a construção de casas em locais que já contam com uma infraestrutura, como uma nova modalidade de aplicação do Programa Minha Casa, Minha Vida.

A proposta foi apresentada pelo senador nesta quarta-feira (08), juntamente com superintendente da Caixa no Piauí, Elizomar Guimarães. “Seria uma excelente medida, pois irá permitir uma economia dos gastos e, ao mesmo tempo, beneficiar as famílias que vão permanecer no mesmo endereço onde já estão habituadas”, argumentou Ciro. Inicialmente, a proposta contemplaria uma ação-piloto em Teresina, podendo ser ampliada para outras regiões brasileiras.

Segundo o superintendente Elizomar Guimarães, a intenção do projeto é rever o funcionamento atual do programa, pois ao invés de levar as famílias para lugares cada vez mais distantes dos centros urbanos, a nova política irá permitir que pessoas tenham acesso à moradia digna, com água, energia, pavimentação e esgoto no local em que já estão estabelecidas. Ele informou que Teresina possui 90 mil famílias morando em 278 ocupações em toda a cidade, algumas delas com mais de 30 anos. O plano é fazer de Teresina o piloto para expansão do projeto.

“A ideia é implementar uma melhoria dentro do Minha Casa, Minha Vida. O projeto contempla todo o país, mas vamos começar por Teresina, apresentando ferramentas para aperfeiçoar o programa”, disse o superintendente.

O projeto deixou o ministro Alexandre Baldy entusiasmado. Na reunião, foi decidido que será estruturado um plano para detalhar o novo sistema para, em seguida, promover a execução. Também participaram da reunião o presidente da Caixa Econômica, Nelson Antônio de Souza, e a secretária nacional de habitação do ministério, Socorro Gadelha.