O Senado Federal aprovou, nesta sexta-feira (20), o pedido de reconhecimento de calamidade pública enviado pelo governo federal diante da pandemia de coronavírus. A proposta permite que o Executivo gaste mais do que o previsto e flexibiliza as metas fiscais para custear ações de combate à pandemia.

O projeto foi aprovado na primeira sessão deliberativa remota da história do Senado. O senador Ciro Nogueira (Progressistas), participou à distância da reunião e votou de forma favorável ao decreto. Ciro ressaltou que, mesmo que de longe, o trabalho dos parlamentares não pode parar.

“Que o nosso país possa sair mais unido desse momento tão difícil”, afirmou o senador.

O texto aprovado também cria uma comissão mista, composta por seis deputados e seis senadores, para acompanhar os gastos e as medidas tomadas pelo governo federal.